segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

sobre o direito de chutar o pau da barraca e falar palavrão

Dias desses navegando pelo Facebook me deparei com um texto que a incrível Tove Lo, cantora sueca cujo talento merecia ser muito mais conhecido, divulgou. O texto em questão, postado no blog oficial da cantora, trazia um desabafo sincero, daqueles que pessoas normais (como eu e você) fazem quando se sentem incomodadas com algo. 

Com o título "Why Say FUCK?", o texto fala sobre a reação da cantora sueca após ouvir no rádio uma apresentadora falando que determinado trecho da canção "Talking Body", faixa escrita por Tove, causava nela certo desconforto e que provavelmente algum produtor deve ter forçado a cantora a se expor tanto assim. O trecho em questão é o seguinte: “if you love me right, we fuck for life” (tradução: se você me amar corretamente, vamos foder para sempre). 

De acordo com a apresentadora, o uso da palavra FUCK (foder/transar) era bastante inadequado e com toda certeza Tove Lo deveria estar sendo obrigada a escrever e apresentar letras desse tipo. Afinal de contas, por que uma mocinha escreveria coisas desse tipo, não é mesmo?

Tove resolveu expor sua opinião e em um texto sucinto, embora digno de aplauso *clap, clap*, falou sobre a forma como algumas vezes a mídia tende a "vilanizar" os produtores e como em outras vezes a própria sociedade tenta limitar ou descriminar os indivíduos e impedir que estes se expressem da forma que acharem mais apropriada, ou seja, fazendo uso de uma coisinha chamada liberdade de expressão.

O texto da cantora me fez pensar muito sobre como em diversas situações na vida nos controlamos afim de agir de determinada maneira só porque todos acreditam ser socialmente aceitável. Ao participar de determinadas rodas de conversas, por exemplo, muitas vezes nos sentimos coagidos a agir de determinada forma e controlar possíveis explosões, digamos assim. Falar sobre o último livro de Dostoiévski (que você odiou) ao invés daquele New Adult (que você amou), que provavelmente você seria rechaçada se começasse a discutir sobre, é outro exemplo de como a nossa tão desejada liberdade pode estar sendo controlada sem nem ao menso nos darmos conta. Ou até mesmo quando queremos gritar um grande e enorme "VÁ A MERDA", há muito tempo entalado na garganta, para alguém que já pisou e sapateou em você, mas nos contentamos em dizer "tudo bem" porque ser tão agressiva seria de mão gosto. Vale ressaltar que de forma alguma estou aqui defendendo a violência, mas sim o direito a liberdade.

Pensando com meus humildes botões fiquei me questionando: a apresentadora de rádio teria a mesma opinião se um homem cantasse tais letras? Talvez sim, talvez não.

Talvez a raiz do problema se encontre naquela conversa passada de geração a geração... Meninas não xingam. Meninas se comportam, enquanto homens arrotam alto e proferem palavras consideradas de baixo calão. Mulheres são silentes, e consequentemente possuem pensamentos silenciosos, enquanto o homem pode por direito expressar seus pensamentos e insatisfações de maneira alta e clara. Até a arte nos poda! Mulheres escrevendo/falando sobre sexo? Há muito tempo (e como você podem ver, algumas vezes até mesmo nos dias de hoje) já foi considerado fim de mundo. Fico imaginando como a pobre escritora que pela primeira vez pegou uma caneta e disse "quer saber? vou escrever o que penso sobre uma boa foda" foi recebida.

Bom, não sei se estou divagando ou se me farei entender, mas creio que o ponto principal aqui era, assim como a Tove, usar desse espaço para desabafar. Eu também possuo o direito de gritar, falar palavrão e escrever sobre foda, sexo e afins. Se quero falar sobre como aquela autora é fabulosa, e usar palavrões para elogiá-la, eu vou falar porque a voz me foi dada para que eu fizesse uso dela. Eu me expresso da forma que eu quiser, e falar palavrão ou usar roupas mais provocativas não faz de mim menos mulher, nem tão pouco uma marionete controlada por Fulano ou Cicrano que somente cede às pressões do mundo externo.

Tove se orgulha de escrever suas próprias canções e colocar nelas o que sente, sem se preocupar com o que está mais aceitável ou é considerado mais "feminino". Ela é apenas humana e possui uma voz que quer ser ouvida. Já pensou se tivéssemos mais Toves no mundo?

*O texto que inspirou essa postagem você pode ler aqui.

4 comentários:

  1. Ai Jesus, me dá uma raiva quando falam "não fala essa palavra que é feio!" Aí sim que eu mando à merda e digo que falo o que quiser. HAHAHAH que gente idiota. Deixa a mulher escrever sobre quantos fuck ela quiser.

    Beijos,
    Belle Hendges

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente te agradeço por me apresentar essa coisa linda. A voz é tão linda, a música então...

    Eu não vejo nada demais em mulher xingar, gritar, arrotar e bla bla bla. Poxa, onde fica aquele papo de direitos iguais? Ninguém é perfeito! Todos temos defeitos e erramos.

    Acho que a radialista não tinha o que falar/fazer e resolveu disparar asneira por aí. Se quer criticar, critica, mas com argumentos de verdade. Soninho desse povo.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. MANO, VOU LARGAR MEU NAMORADO E CASAR COM VOCÊ. Temos os mesmos gostos e mesmas opiniões. Eu to pra postar sobre a Tove Lo, já até comecei a escrever um post de indicação musical. Mas enfim... eu a amo demais pqp. Principalmente porque ela não ta nem aí, fala foda-se e já era.

    Sobre a sua perguntinha ali. Se Tove Lo fosse homem, a locutora estaria de buenas, não falaria nada e deixaria passar. Porque é assim que nossa sociedade funciona e é exatamente por isso que eu saio falando palavrões a torto e a direito, porque sou mulher e MEREÇO.

    Um puta beijo pra vc caralho :*

    PS TÍPICO: Posso indicar esse seu post na minha postagenzinha sobre ela? Você falou e disse, não tenho nada a acrescentar. haha

    ResponderExcluir
  4. Alice Moreira Rodrigues10 de março de 2016 19:03

    Eu acho q ela tem fazer oq quiser pq os fucks são dela e ela faz oq ela quiser e bem entender , aliás eu acho ñ eu tenho certeza , pq a tove é perfeita ela é linda , e esse e o modo dela se expressar, ela sim esta certa no q ela faz pq ela solta td q tem para falar eu acho q nos deveriamos nos inspirar nela , pq se ela escolheu cantar e pq ela gosta e pq ela faz isso td pra gente se o brasil vc assim eu mandaria a Dilma ir a merda , pq ja basta esses países de merda q ficam com essas besteiras , eu te dou um parabéns, e eu acho a tove perfeita com tds os erros q n existem para mim
    E isso e pq eu tenho apenas 13 anos
    Bjs
    Parabéns

    ResponderExcluir